Notícias

Arrendamento de terras: Startup chega para revolucionar

Published by
Arrendamento de terras: Startup chega para revolucionar

Startup chega para revolucionar o arrendamento de terras: Grupo Piccin lança a Easyland com previsão de faturamento de R$ 41 milhões

O Arrendamento de terras é um dos obstáculos enfrentados pelos produtores na hora de expandir suas atividades agropecuárias, já que a aquisição ou arrendamento de áreas envolve questões como equipamentos, capacidade produtiva e mão de obra. É aí que surge a dificuldade, tanto para quem procura quanto para quem tem as terras.

Diante dessa demanda, o Grupo Piccin lançou uma startup chamada Easyland. Portanto, que visa solucionar esse problema e oferecer soluções ainda mais completas para a classe produtora.

Arrendamento de terras

A empresa oferece uma plataforma composta por um banco de dados completo e atualizado. Sendo assim, em que os produtores têm acesso a informações precisas e detalhadas sobre as características agronômicas de todas as fazendas disponíveis para arrendamento. Aliás, incluindo a topografia, tipo de solo, clima, pluviosidade e histórico da fazenda.

“Em um processo de investigação e validação de um projeto, percebemos que só existiam no mercado sites de anúncios de terras, a partir daí buscamos uma tecnologia para a construção de uma plataforma que pudesse resolver todo o processo do arrendamento, desde o anúncio e a procura até a elaboração de contrato e monitoramento através de alta tecnologia”, explica o CEO do Grupo, Camilo Ramos.

Investimento e expectativas

Assim, o Grupo Piccin deve faturar R$ 240 milhões este ano, crescimento de 19% em relação a 2022. Até a primeira fase de desenvolvimento e construção da primeira versão da plataforma da Easyland, foram investidos pelo Grupo R$ 600 mil. Sendo assim, a expectativa é de faturar R$ 41 milhões nos próximos cinco anos, transacionando aproximadamente 275 mil hectares de arrendamento.

De acordo com Ramos, no primeiro ano a startup deve alcançar 3.300 hectares em contratos de arrendamento, com um faturamento de R$ 800 mil. Ademais, os planos são audaciosos. “Pensando lá na frente, projetamos atingir R$ 50 milhões anuais até 2030, além de ter concretizado o arrendamento de um milhão de hectares e gerando mais de cinco bilhões em negócios para seus clientes”, enfatiza o executivo.

Transformando áreas degradadas

O MapBiomas, uma rede colaborativa formada por ONGs, universidades e startups de tecnologia, divulgou recentemente em relatório em que a área total de pastagem no País é de 159 milhões de hectares. No entanto, 66 milhões destes estão em estado de degradação intermediária. Além disso, 35 milhões em situação de degradação severa, o que significa que 63,5% está com sinais de degradação.

Related Post

“Temos aí então outro desafio. A Easyland pretende atuar na transição de áreas de pastagem improdutivas para lavoura, tendo como meta transformar 1% dessa área degradada em plantações até 2030. Isso sem a necessidade de desmatamento e contribuindo diretamente com o agronegócio brasileiro”, pontua Ramos.

Benefícios para o arrendatário

Portanto, através da ferramenta disponibilizada pela startup, o produtor não precisa mais depender apenas da sua rede de contatos próximos para encontrar uma fazenda adequada para expandir os negócios. Aliás, nem sofrer com a falta de informações precisas sobre as características agronômicas das áreas interessadas.

Então, com informações claras e precisas sobre as propriedades disponíveis cadastradas na plataforma, ele pode avaliar corretamente o investimento na área e se planejar de forma mais eficiente. “Além disso, ele pode ter certeza de que a fazenda escolhida é segura e regularizada, sem riscos de ações judiciais, nem se preocupar com a falta de informações claras sobre a regularização ambiental. Lá tem tudo que ele precisa saber e assim pode se concentrar em sua produção agropecuária”, explica o CEO.

E o arrendador?

Então, por meio do sistema Easyland, o proprietário da fazenda terá acesso a informações detalhadas e confiáveis sobre o arrendatário interessado, incluindo sua capacidade financeira e de execução da lavoura, tornando a negociação de contratos de arrendamento mais segura e eficiente. “Também temos uma equipe jurídica, evitando conflitos e prejuízos. Assim, com a tecnologia de monitoramento, o proprietário pode ter uma visão completa do uso de sua fazenda por meio de relatórios, sem precisar estar presente fisicamente na propriedade”, finaliza Ramos.

Grupo Piccin

Grupo criado em 2022 a partir da Piccin Tecnologia Agrícola, que atuava desde 1964 com implementos para o preparo do solo, com sede em São Carlos-SP.  Composto pela Piccin Equipamentos, Piccin Componentes e Piccin Inovação, tem o foco em solucionar os problemas dos produtores rurais e levar tecnologias ao campo.

Gostou de “Arrendamento de terras: Startup chega para revolucionar”?

Então, leia mais em Notícias.

  • Recent Posts

    Nestlé recebendo currículos no ABC e RJ

    A Nestlé está recebendo currículos para Reposição, Especialista de Processos e Auxiliar Armazéns no RJ… Leia Mais

    17/05/2024

    Como o agro vai reagir diante das mudanças climáticas?

    Como o agro vai reagir diante das mudanças climáticas? Confira este artigo de Leandro Viegas,… Leia Mais

    21/04/2024

    Captura e Armazenamento de Carbono: Congresso da CCS no RJ

    CCS Tech Summit faz parte da programação Carbon Capture Expo South America, única feira nacional… Leia Mais

    14/04/2024

    IFAT Brasil: tecnologias para eficiência energética e reduzir custos

    IFAT Brasil apresentará tecnologias ambientais para ampliar eficiência energética e reduzir custos operacionais no agronegócio Leia Mais

    14/04/2024

    Fruit Attraction: feira de frutas e vegetais em São Paulo

    Fruit Attraction: autoridades brasileiras marcam presença na inauguração da feira de frutas e vegetais em… Leia Mais

    14/04/2024

    Cerrado Mineiro: Café Espresso com um toque de tradição e sabor

    Cerrado Mineiro: Café Espresso com um toque de tradição e sabor; Lançamento é um convite… Leia Mais

    14/04/2024

    Este site possui cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com a utilização.

    Leia Mais